Clube Desportivo da Huila

 

Noticias

 

 

Desportivo da Huíla Volta a Desperdiçar Pontos

 

Ao empatar hoje dia 10 de Janeiro, no estádio dos Eucaliptos por  2-2 Frente ao K.K. Futebol Clube,jogo a  contar para 3ª jornada. Desportivo da Huila, vê assim adiado o sonho de conquistar a primeira vitória na presente edição do girabola.

CDH entrou determinado e logo na primeira parte já vencia o jogo por 2-0. logo aos 2 minutos fez o 0-1 por intermédio de Tchutchu e aos 37 minutos fez o 0-2, golo apontado por Nuno. Tudo parecia ser um jogo fácil.

 

Na segunda parte K.K Futebol Clube, estudou bem o seu adversário e fazendo sucessivos ataques a baliza defendida por Julião, aproveitando as falhas defensivas K.K. Futebol Clube  fez empate nos minutos finais do encontro.

André Macanga escalou o seguinte 11:

Baliza: Julião; Defesas: Zé, Chiwe, Sargento, Sidney; Médios: Bruno, Nuno, Elias, Mingo Bill; Ataque: Mendes e Tchutctu.

Suplentes:Benvindo, Sety, Manucho, Milton, Malamba e Nandinho.

 

 Para a 4ª jornada Desportivo da Huila receberá no seu reduto o 1º de Agosto já no dia 17 de Janeiro.

 

 

 

 

 

 

 

Desportivo da Huila disposto a conquistar os 3 primeiros pontos

 

 

 

A equipa principal do Desportivo da Huila, embarcou esta manha dia 10 de Janeiro para cidade de Menongue- Kuando Kubango, onde defrontará as 15h30 no estádio dos Eucaliptos, a equipa do Kuando Kubango Futebol Clube, jogo a contar para a 3ª Jornada do Girabola. A equipa técnica e atletas estão super motivados para conquistarem os 3 pontos.

Apesar de o ataque merecer alguma atenção por parte da equipa técnica, mas a Direcção e treinadores acreditam na primeira vitória do campeonato. O treinador principal André Macanga, antevê um jogo dificil, mas nada impossível em obterem um excelente resultado.

 

Andre Macanga esta preocupado com a finalização

 

 

André Makanga, técnico principal do Desportivo da Huíla, mostrou-se preocupado preocupado com o sector atacante.

Falando em conferência de imprensa de antevisão do jogo, diante do Cuando Cubango Futebol Clube, referente à terceira jornada do Campeonato Nacional da I Divisão, Girabola, a ser realizado na cidade do Cuito (Bié), reconheceu as debilidades existentes na finalização.

Lembrou que no empate diante do Ferrovia do Huambo, em jogo da segunda jornada, que resultou na igualdade (2-2), a equipa criou muitas oportunidades, mas pecou na finalização.

André Makanga mostrou-se confiante na mudança do paradigma. Acrescentou que a direcção está a trabalhar para que os jogadores estrangeiros que têm vínculo com o clube venham o mais rápido possível, para reforçar a linha de ataque.

Adiantou que com a chegada dos atacantes Boateng (Ghana) e Emmanuel (Camarões), o grupo estará mais forte.

“Vamos continuar a trabalhar para atingir as melhores performances”, garantiu. Reconheceu que o grupo começou os trabalhos de campo tardiamente. Referiu que os primeiros jogos estão a ser de pré-época. Contudo, à medida que o tempo vai passando, os níveis desejados vão ser alcançados”.

  Relativamente ao jogo diante do Cuando Cubango Futebol Clube, a ser realizado sábado, na cidade do Cuito-Bié, André Makanga promete uma equipa aguerrida.

 Reconheceu o potencial do adversário. Disse que o próximo oponente é um adversário difícil e bem treinado pelo professor Albano César. O Desportivo, referiu, tem os seus trunfos para levar de vencida a contenda.

 CDH, embarcou esta manha dia 10 de Janeiro para cidade de Menongue- Kuando Kubango, onde defrontará as 15h30 no estádio dos Eucaliptos a equipa do Kuando Kubango Futebol Clube, jogo a contar para a 3ª Jornada do Girabola. A equipa técnica e atletas estão super motivados para conquistarem os 3 pontos.

Força rapazes.

Director administrativo garante chegada dos atacantes do Ghana e Camarões

 

O director administrativo do Desportivo da Huíla, Ezequias Domingos, garantiu, hoje, na cidade do Lubango, que a direcção está a fazer tudo para que os atacantes que se encontram no exterior, cumprindo sempre com as regras sanitárias, cheguem o mais breve possível à cidade do Lubango.

Ezequias Domingos disse que depois do cancelamento do Girabola, os atletas sem serviço no clube, foram obrigados a serem dispensados, devido a incertezas que pairavam.

“Depois da retomada da prova, estamos a envidar esforços para que os jogadores regressem e juntem-se ao grupo”.

Reconheceu que o Clube está atravessando uma fase difícil. A situação financeira obriga a fazer contenção. Acrescentou que há pouca disponibilidade financeira e no mercado interno, em termos de atacantes, já não há opções, pois, os melhores têm vínculos lavrados com outros clubes.

No tocante a utilização do campo do Ferrovia do Huambo, o dirigente declarou que é uma situação temporária. “Registou-se uma avaria na bomba da rega do estádio do Ferrovia, o que danificou, até certo ponto, a relva. Para não ficarmos sem jogar, solicitamos os préstimos do Ferrovia do Huambo, para acolher os primeiros jogos, uma situação que vai ser revertida nos próximos dias.

Explicou que a situação teve a anuência da Federação Angolana de Futebol (FAF).