Clube Desportivo da Huila

 

Noticias

 

 

 

Desportivo da Huíla Prepara a Próxima Temporada

 

A Direcção do Clube Desportivo da Huila, prepara condições de Biossegurança para garantir o treinamento da equipa principal de futebol. Director administrativo do  Clube Ezequias Domingos referiu ja terem avançado contactos com a Direcção Provincial da Saúde para garantir testes da COVID aos atletas e treinadores. Quanto ao regresso do campeonato, Ezequias  mostrou-se reticente uma vez que se esta a verificar falta de testes para os Clubes. Mas garantiu que o clube está disposto a pagar pelos testes desde que se garanta um stock semanal. A aquisição dos testes poderá ser feito com os valores que o Clube espera receber da FAF através do fundo que a FIFA disponibilizou para o efeito, referiu.

 

 

 

 

Desportivo da Huíla alarga vínculo contratual com Mário Soares

 

 

A direcção do Desportivo da Huíla vai alargar o vínculo contratual com o técnico do plantel principal de futebol, Mário Soares, para mais dois anos, garantiu ontem, o director para área administrativa e financeira da agremiação.

Ezequias Domingos informou ao Jornal de Angola via WhatsApp que o contrato do técnico termina no próximo mês de Maio

“Mário Soares é um treinador que está conosco há bastante tempo, e até ao momento nada diz que ele não venha continuar. Não há pretensões de prescindir dos seus préstimos, salvo se por qualquer motivo, existir uma decisão contrária do 1º de Agosto, de onde é quadro”.

Informou que Mário Soares tem condições de continuar a liderar o “excelente” trabalho que tem vindo a efectuar no clube.

Ezequias Domingos esclareceu que na mesma condição, estão o defesa central Seth e os avançados Boateng (ambos do Gana) e Emanuel (Camarões), que assinaram contrato de apenas um ano.

 Segundo o dirigente, ainda é prematuro adiantar se vão ou não permanecer no plantel.

“Falta ainda algum tempo para terminar o campeonato, o que torna prematuro falar no caso não só, estrangeiros, para também nacionais, já que o processo vai passar também numa avaliação da equipa técnica que tem muito a dizer e por aquilo que for o cenário para o futuro”.

Acrescentou que é preciso reconhecer que a actual situação de estagnação da economia do país e do mundo, poderá, depois da Covid -19, trazer outras consequências que podem também afectar os clubes.

Reconheceu que avaliar actual a próxima época é prematuro. “Poderemos concluir a presente época. Mas perspectivar já a próxima época é ainda muito prematuro porque não sabemos como será a conjuntura económica e social, pós Covid-19”, reconheceu. Acrescentou que “estamos todos na expectativa. Só depois da reavaliação da situação futura é que poderemos tomar decisões mais adequadas. Mas, dizer que os atletas ainda têm vínculo com o clube”.

Salientou que o Desportivo da Huíla está a espera das decisões governamentais para saber como será o futuro. Estamos expectantes. Estamos todos em fase de quarentena, onde todas tudo está quase parado e a espera como a situação vai evoluir. Somos de opinião que a prova termina, ao contrário de opiniões daqueles que sabendo da sua permanência estar em perigo, pretenderem que a prova seja cancelada”.

“O Desportivo da Huíla tem condições de se posicionar entre os cinco primeiros lugares, em função da actual classificação actual e em função dos próximos jogos. Tendo em conta que na época passada ocupamos o terceiro lugar, e se continuarmos no top 5, vamos nos sentir satisfeitos”.